Facebook Sexta | 28 Abril 2017
Para fazer download do Flash Palyer, clique aqui.
Paisagismo

Autoria do Projecto de Arquitectura Paisagista:
Atelier da Arq. Luísa Borralho.

A Fundação não se restringe à valorização do Centro de Interpretação, mas alarga os seus objectivos a todo o terreiro, às “covas de lobo” e toda a sua envolvente como conjunto patrimonial.

Permite-se aos visitantes a circulação por todo o terreno, sem cortes ou interrupções, entre o CIBA e as “covas de lobo”, passando pela Capela de São Jorge. Possibilita-se um percurso lógico e coerente, de forma a tornar clara e perceptível a leitura do território onde se travou a Batalha de Aljubarrota em 1385. Existe um percurso histórico, assinalando os pontos principais deste campo de batalha.

Dá-se também aos visitantes uma noção das condições do terreno à data da batalha, pois tiveram uma importância significativa na vitória das tropas portuguesas. Contribuindo para tal a remoção de elementos que actualmente alteram a leitura do terreno e criando-se os percursos necessários à ligação das principais estruturas assinaladas e existentes no local.

No terreiro repõem-se as espécies vegetais da época da batalha, com base nos resultados das análises polínicas, dos dados fornecidos pela botânica e pelas descrições cronísticas, que destacam as urzes existentes neste campo. As análises polínicas referem plantas espontâneas deste local, algumas de linha de água, como o Salgueiro (Salix) e o Amieiero (Alnus glutinosa) e, mais uma vez, as urzes. A associação fitossociológica deste local é dominada pelo Carvalho-português (Quercus faginea), embora se encontrem também muitos elementos da lista do Sobreiro (Quercus suber).

à intenção de recriar as condições da batalha alia-se a valorização do património construído, não só a Capela de São Jorge, testemunho da época, mas o restauro e recolocação do monumento alegórico a D. Nuno álvares Pereira, datado de 1957, da autoria de Raul Xavier. Os acessos ao monumento ficam mais directos, criando-se em simultâneo um confortável e polivalente anfiteatro “verde”.

© Fundação Batalha de Aljubarrota - Todos os direitos reservados | Política de Privacidade
Av. D. Nuno Álvares Pereira, nº 120, São Jorge.
2480-062 Calvaria de Cima
Telefone: 244 480 060
Fax: 244 480 061